Capa do cd "TECIDO", novo trabalho do cantor Carlos Navas.

Nem sei bem por onde começar para falar de CARLOS NAVAS.

Somos muito amigos a muitos anos, e é sem dúvida, um dos artistas mais empenhados e antenados que conheço.

Desde quando era apenas empresário de grandes nomes da MPB como Alaíde Costa e Tetê Espíndola, Carlos sempre se dedicou ao máximo ao trabalho e não foi diferente quando começou a cantar.

Depois de 7 cd’s lançados, Carlos chega ao oitavo bem mais maduro e seguro de sí. Já havia provado isso em “Quando o Samba Acabou” – Dedicado a Mario Reis.

Para mim, um dos melhores cd’s de 2007 e único tributo ao centenário de nascimento deste que foi sem dúvida um dos precursores da era fonográfica no Brasil.

Sobre o novo disco, Carlos Navas diz que ‘é uma volta às origens, somando o seu esforço aos dos colegas compositores, alguns já antigos parceiros e outros novos. 

Fazem parte do cd:  ‘Hino dos Palhaços de Semáforo’ / ‘Onde o Vento se Inventou’ de Paulo Padilha / ‘Contramão’ de Fred Martins e Marcelo Diniz / ‘Nove Luas’ de Mário Gil e Paulo César Pinheiro / ‘Deus Conserve pra Sempre Meu Bom Senso Temperado a Pitadas de Loucura’ de Edu Krieger e ‘Quem Sabe’ de Alzira Espíndola e Arruda”.

Destaque para  ‘Isso não Vai Ficar Assim’ de Itamar Assumpção, com participação da Diva Disco Lady Zu / ‘Tecido’, que dá nome ao disco, de Clarisse Grova e Léo Saramago, que conta com a brilhante participação de Clarisse Abujamra, onde introduz incidentalmente a canção com um rápido trecho do texto “Na Artéria” /uma regravação de ‘Voo de Coração” de Ritchie e Bernardo Vilhena e a divertida ‘Sequestraram Minha Sogra’ de Rodi do Jacarezinho, Sarabanda e Barbeirinho do Jacarezinho.

É adquirir e curtir!!!!

Só para dar um gostinho, você ouve aqui a música que dá nome ao disco. “TECIDO”

TECIDO – mix final

Para saber mais sobre CARLOS NAVAS, acesse:

www.carlosnavas.com.br